Comentários

Verifique uma escritura imobiliária antes de assinar

Verifique uma escritura imobiliária antes de assinar

Bruno Costa de Beauregard trabalha para La Forêt Immobilier em Sens (Yonne). Ele nos dá algumas dicas para evitar a menor decepção. Entrevista por Nadège Monschau Como se proteger de qualquer falha? No caso de uma compra de condomínio, é essencial exigir certos documentos que permitam ao comprador entender melhor as restrições e os custos que lhe serão impostos no futuro. O futuro proprietário deve, portanto, solicitar ao administrador a declaração de encargos, os três últimos minutos da assembléia geral, o orçamento do ano passado e o orçamento provisório, se já tiver sido votado. Também é recomendável obter do vendedor a estimativa da área útil de acordo com a lei de Carrez, bem como a entrega do livro de manutenção predial. Assim, o comprador será informado corretamente dos principais trabalhos realizados ou planejados, como um restauro ou a atualização de um elevador. Cuidado também é aconselhável ao comprar uma casa. É melhor verificar antes de assinar a escritura de venda se um sótão é adequado para conversão ou não, se certas rachaduras nas paredes são graves ... Também é necessário garantir que a terra não esteja sujeita a várias servidões, como direitos passagem ou instalação de cabos da France Telecom no jardim. Outro imperativo: consulte sempre os últimos avisos de imposto sobre imóveis e imóveis.Quais são os diagnósticos essenciais? A partir de 1º de janeiro de 2009, serão sete: cupins, chumbo, amianto, gás, eletricidade, desempenho energético (DPE) e, finalmente, riscos naturais, tecnológicos e sísmicos. Tudo deve ser realizado às custas do vendedor e deve ser anexado ao ato de venda. Por outro lado, se o comprador desejar obter um empréstimo à taxa zero, ele também terá que pagar entre 300 e 800 euros para avaliar o estado de sua acomodação futura em termos de aquecimento, impermeabilização e ventilação. Isso é chamado de "diagnóstico de PTZ". Após a assinatura do contrato de vendas, podemos ter tranqüilidade? Nem um pouco! Entre a assinatura da promessa de venda e a escritura pública, decorre uma média de dois a quatro meses. No entanto, neste momento, o estado da casa pode ter mudado totalmente! Por exemplo, uma inundação pode ter saqueado as áreas comuns sem que o comprador seja informado. Como os vendedores nem sempre estão de boa fé, é melhor, no dia anterior à visita ao notário, fazer uma inspeção final nas instalações. Como regra geral, antes de colocar sua assinatura no documento final, você deve identificar claramente nos pequenos detalhes o que está comprando. E faça ao vendedor perguntas como "Você faz o churrasco? Você deixa a máquina de lavar louça disponível?", Etc. Quais são os remédios em caso de defeito oculto? No caso de uma copropriedade, o comprador pode obter uma redução no preço de venda se descobrir, dentro de um ano, que a área real de sua propriedade é mais de 5% menor do que aquela reivindicou o vendedor no ato notarial (lei Carrez). Mas, caso contrário, comprar uma casa antiga é bastante arriscado: o novo proprietário só pode obter reparação se provar que o vendedor conhecia o defeito em questão e o escondia deliberadamente. No entanto, uma nova casa é sempre garantida por dez anos. O comprador pode, portanto, ter mais sucesso após a experiência.